Pensamento: não podemos fugir da experiência

Não podemos fugir da experiência ou do experimentar. Podemos fugir (ou apenas fingir, ou adiar) da consciência, mas o  tempo passa, as coisas acontecem e nós continuamos sempre experienciando.

Mesmo sozinhos em um quarto escuro ainda estamos vivendo a experiência da nossa própria existência, de solidão, meditação, repouso ou auto-percepção, o que quer que pensamos ou que esteja acontecendo ainda estamos experimentando. Mesmo durante e depois da morte, acredito eu, estaremos vivendo a inevitável experiência.

Sim, nós podemos criar muitos véus que tornam nós mesmos pouco conscientes da incrível experiência pela qual passamos, mas ainda está acontecendo, ainda estamos experimentando. Experimentar o existir pode ser ao mesmo tempo nosso maior presente e nossa maior dor. Felizmente ou infelizmente nós não podemos, eu tenho quase certeza, fugir disso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s